Distrito Federal: Transitolândia reuniu mais de 10 mil estudantes em 2018

Escola Vivencial de Trânsito do DER-DF, em Sobradinho, proporciona atividades de conscientização para alunos das redes pública e privada

SAMIRA PÁDUA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Com objetivo de formar cidadãos conscientes em relação ao trânsito, a Escola Vivencial de Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), a Transitolândia, atendeu 10.440 estudantes em 2018.

Os números são da autarquia, que também calcula 946 professoresalcançados pelas ações neste ano.

Foram 137 visitas à escola, que tem como público-alvo alunos da educação infantil ao quarto ano do ensino fundamental das redes pública e privada.

As instituições contam com transporte gratuito para ir ao Parque Rodoviário do DER, em Sobradinho, e voltar. Além disso, é oferecido lanche.

“O processo educativo passa pelo momento teórico, depois, prático e pela avaliação do serviço prestado, quando os educadores do DER conseguem verificar se foi atingido o objetivo”, explica o diretor de Educação para o Trânsito do DER-DF, Fábio Vargas.

137 Quantidade de visitas de escolas à Transitolândia em 2018

Na Transitolândia, a primeira atividade da qual as crianças participam é uma apresentação teatral de cerca de 20 minutos, na qual são estimuladas a responder questionamentos sobre as regras de trânsito.

Acompanhadas pelos educadores, elas veem como atravessar a faixa de pedestres e utilizar o semáforo. Além disso, recebem orientações sobre o uso do cinto de segurança, da cadeirinha e do assento de elevação.

Depois, em grupos, participam de atividades lúdicas, lancham e seguem para uma minicidade.

“Essa parte da visita traz a experiência prática da realidade do convívio no trânsito”, destaca Vargas. Na área em que é reproduzida uma cidade, os alunos aprendem, por exemplo, diversas formas de travessia, significados das sinalizações e respeito ao ciclista.

Antes de retornar para o colégio, estudantes e professores recebem materiais educativos.

Como agendar visita à Transitolândia

Escolas públicas e particulares interessadas em agendar visita dos estudantespodem fazê-lo pela página da Transitolândia na internet e aguardar o retorno do DER-DF com a confirmação das datas.

Aquelas que não tiverem cadastro no sistema precisam enviar, por meio do formulário na seção Fale Conosco, os seguintes dados:

  • nome da escola
  • e-mail da escola
  • endereço com CEP e cidade
  • telefones para contato
  • nome do diretor
  • nome do coordenador
  • e-mail do coordenador

Para 2019, a previsão é que as marcações de visitas sejam abertas em janeiro.

O projeto existe desde 2004, com recursos de valores de multas de trânsito.

EDIÇÃO: RAQUEL FLORES – Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *