Novo Gama: água servida jogada na rua é ilegal, danifica o asfalto e representa perigo à saúde

O descarte de água servida na rua, além de ilegal, representa muitos perigos para a saúde do morador e prejuízos para os cofres públicos. Para quem não sabe, água servida trata-se de toda a água proveniente do chamado esgoto doméstico ou comercial, aquela que resulta do uso dos lavatórios, tanques, banheiras, máquinas de lavar roupas, pias de cozinha, lavagem de veículos, entre outras. Ou seja: água suja.

Ao jogar água nas ruas, formam-se poças, que possivelmente vão se transformar em foco de proliferação para várias doenças, entre elas, febre amarela,  dengue, diarréia, cólera.

A água servida também danifica o asfalto que cobre as vias públicas. Os componentes químicos que existem na água que sobra da lavagem de roupas e quintais provocam estragos consideráveis no material asfáltico, o que faz com que ele se desintegre e tenha a sua vida útil reduzida.

Diante disso, a fim de contribuir tanto para a saúde dos novogamense quanto para a preservação das vias públicas, existe lei municipal que trata o assunto, e dispõe sobre a penalidade para quem cometer essas ações.

E qualquer pessoa, ao presenciar essa situação, pode denunciar ao departamento de fiscalização de obras e posturas e a secretaria municipal de meio ambiente, através do telefone: (61) 3628-1008.

Lembrandoque as denúncias podem ser feitas de forma anônima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *