Brasília: VIII Semana do MEI registra 10.754 atendimentos em 23 pontos do DF

Sebrae no DF supera em quase 10% meta estabelecida no início do evento

atendimento semana mei 2016 (3) - cred foto Bruno Spada

A VIII Semana do Microempreendedor Individual, realizada pelo Sebrae no DF, terminou neste sábado (7/5), com um saldo extremamente positivo. O número de pessoas atendidas nos 23 pontos espalhados pelas Regiões Administrativas chegou a 10.754, superando a meta estabelecida, inicialmente, de 9.960 – ou seja, quase 10% acima do previsto. “Quem busca otimizar o empreendedorismo deve estar onde o empreendedor está. Não adianta tentar, dos nossos gabinetes, fomentar o empreendedorismo longe da nossa realidade. Quando o Sebrae se aproxima, consegue viver a realidade e atender muito melhor. E as pessoas sempre nos recebem de braços abertos, porque enxergam no Sebrae a possibilidade de realizar o sonho de suas vidas: serem donas de um negócio próprio, não dependerem de ninguém e não terem limites para crescer”, assegurou o diretor-superintendente do Sebrae no DF, Antônio Valdir Oliveira Filho, na companhia da diretora-técnica do Sebrae Nacional, Heloísa Guimarães de Menezes, e do diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Vinícius Lages, durante visita ao Recanto das Emas, ao Sol Nascente e a Brazlândia.

atendimento semana mei 2016 (2)- cred foto Bruno Spada

No  DF, o evento ofereceu 134 oficinas, 26 palestras e quatro clínicas, resultando em 8.263 orientações, 520 empresas formalizadas e 2.491 pessoas capacitadas. Entre os temas abordados, assuntos voltados para os interesses do MEI, como formalização, educação financeira, linhas de crédito, formação de preço e boas práticas na manipulação de alimentos. “Nas Regiões Administrativas do DF, existem empreendedores e empresários de todo o Brasil, com perfil educacional e demográfico que representa grande parte do nosso País. Muita gente empreendedora, que vem sentindo os efeitos do desaquecimento da economia, demonstrou estar animada, querendo participar de treinamentos. Portanto, além de reforçar a importância da formalização, estamos lutando para que a vontade de empreender permaneça viva”, afirmou Vinícius Lages.

atendimento semana mei 2016 (3) - cred foto Bruno Spada

O Setor Habitacional Sol Nascente, em Ceilândia, além da unidade móvel para o microempreendedor tirar dúvidas sobre a formalização da empresa, emitir documentos e declarações, recebeu os Agentes de Orientação Empresarial (AOE), que visitaram empresas de diversos segmentos, oferecendo todas as ferramentas de capacitação do Sebrae e propondo soluções criativas para driblar a crise. “Para nós, é fundamental não só apoiar a formalização das empresas, mas também levar informações com cursos, oficinas e palestras, orientar sobre as necessidades desses microempreendedores estarem em dia com suas obrigações e garantir seus direitos e benefícios. Estar aqui e ver que isso está acontecendo da melhor forma é muito gratificante”, Heloísa Guimarães de Menezes.

Por: Paulo Almeida – Tríplice Comunicação – Fotos: Bruno spada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *