Operação une Secima e IcmBio contra crimes ambientais

Cenário foi a APA do Rio Vermelho, de onde surgiram denúncias de pesca, caça e desmatamento. Multas ultrapassam R$ 57 mil.

As nascentes da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Vermelho foram cenário para mais uma operação de fiscalização da Secima. Desta vez, os fiscais trabalharam em conjunto com o órgão federal IcmBio, nos municípios de Mambaí, Posse, Damianópolis e Buritinópolis. 

Entre os dias 12 e 18 de abril, os fiscais da Secima e do IcmBio lavraram 16 autos de infração, que resultaram em R$ 57.660,00 em multas.

Deste total, as equipes da Secima lavraram 12 autos de infração, resultando em R$ 42,660,00 em multas. Foram apreendidas 42 redes de pesca, três espingardas, 98 munições, dois arpões, uma tarrafa, seis varas e 20 boias para pesca, 16 pindas, um espinhel e seis quilos de pescado.

Por sua vez, os fiscais do IcmBio lavraram quatro autos de infração, sendo uma por criação ilegal de peixe em tanque e outra por desmatamento, resultando em R$ 15 mil em multas. O balanço conta ainda com as apreensões de duas redes de pesca e uma embarcação tipo bote.

Gerente de Qualidade Ambiental da Secima, Vitor Lenza explica que a operação foi motivada por denúncias de irregularidades registradas pelo Disque-Denúncia Ambiental e por vídeos gravados pelos fiscais do IcmBio. “Decidimos fazer um limpa na região e o resultado foi uma enorme quantidade de material predatório nessa área de grande importância ambiental para o Estado”, resumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *