PIMPIN: projeto social orienta pais adolescentes em Ceilândia

Dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) divulgados nesta quarta-feira, 10/05, pelo Ministério da Saúde, mostram que a gravidez na adolescência registrou queda de 17% no Brasil. A redução foi de 661.290 nascidos vivos em 2004 para 546.529 em 2015, entre as mães com idades de 10 a 19 anos. As crianças nascidas de mães adolescentes representaram 18% dos 3 milhões de nascidos vivos no país, em 2015. Desses, 66% são provenientes de uma gravidez não planejada.

Lidar com o nascimento de uma criança em plena adolescência não é fácil. Principalmente, quando se tem que assumir responsabilidades que advém com um filho. Na maioria das vezes, escola, emprego, projetos de vida, convívio com amigos, passeios, viagens são abandonados em prol da criança que está por vir e isso, raramente, é visto como algo positivo. Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF, 5.589 jovens, de até 19 anos, foram mães no Distrito Federal em 2015. O número é significativo e aponta para a necessidade de investimento em políticas públicas e programas de atenção à população juvenil.

Neste cenário, o Centro Universitário IESB promove o Projeto Integrado Multidisciplinar Primeira Infância (PIMPIN). Durante todo ano, profissionais especializados, professores e alunos da instituição dos cursos de Serviço Social, Enfermagem, Direito, Nutrição e Psicologia recebem pais adolescentes para oficinas, palestras, reuniões temáticas, orientação e atendimento. “Nosso propósito é promover o acesso dessas futuras mães e pais a direitos assistenciais, oferecer atenção à saúde sexual, educar para a prevenção de uma nova gravidez e contribuir para que essas mães possam ainda concretizar muitos sonhos e projetos de vida, como a formação universitária e o ingresso futuro no mercado de trabalho. O projeto engloba diferentes cursos da instituição, oferecendo acompanhamento completo em diferentes áreas, durante toda a gestação do bebê e até os seis anos de idade da criança”, explica a professora do curso de Serviço Social, Liliane Fernandes, coordenadora do projeto PIMPIN.

As ações são gratuitas e realizadas no Centro Universitário IESB, campus Oeste, em Ceilândia. Na agenda, o próximo encontro será realizado sábado, dia 13/05, com dois temas diferentes. No primeiro, às 9h, as mães vão aprender como se alimentar após o parto e período de resguardo, quando o corpo da mulher sofre uma série de alterações para retornar ao estado pré-gravidez. Já às 9h30, é a vez do público masculino aprender mais sobre Paternidade Responsável. A programação continua na segunda-feira, 15/05, às 15h, com uma oficina especial sobre Nutrição para Bebês. Mais informações sobre como participar pelo telefone (61) 996996296 ou e-mail: projetopimpin@gmail.com. Endereço: IESB Oeste QNN 31 Área Especial – Ceilândia.

Paulo Almeida
Tríplice Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *