Goiás: Direção defensiva é a saída para a segurança no trânsito

  Na quarta-feira, dia 14 de março, o Hospital de Urgências da Região Sudoeste (HURSO) foi palco para um bate-papo sobre direção defensiva com o engenheiro de segurança no trabalho, Muriel Peter. Na ocasião, foram apresentadas atitudes importantes para uma boa direção e vídeos que mostram as consequências de uma direção sem atenção e cuidados.

    O palestrante também deixou claro quanto ao uso dos equipamentos de proteção individual (EPI´s) do carro e o quanto são importantes para salvar as vidas de condutores e passageiros. Entre esses equipamentos, destacou o cinto de segurança e encostos de cabeça, para carros, e capacetes para motos. Ao todo, a palestra reuniu mais de 50 participantes, entre colaboradores do hospital, pacientes e acompanhantes.

    Dados que assombram

    Levantamento do Detran de Goiás mostra que, somente nos primeiros oito meses de 2017, ocorreram 651 acidentes de trânsito com vítimas fatais. Na maioria dos casos, o condutor é o responsável por descuido. Conforme as principais autuações registradas pelo órgão, os condutores infratores persistem em dirigir em velocidade acima do limite, avançar sinais vermelhos, manusear o aparelho celular enquanto dirigem e não utilizar o cinto de segurança. “O motorista precisa ter mais consciência ao dirigir, sobretudo em relação aos riscos que se tem atrás do volante”, resume Muriel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *