SÃO PAULO: CÁSSIO NAVARRO ESTUDA INSTALAÇÃO DE RESTAURANTE BOM PRATO EM PRAIA GRANDE

O deputado estadual Cássio Navarro recebeu um grupo de vereadores de Praia Grande na Assembleia Legislativa de São Paulo e, na ocasião, o vereador Cadu Barbosa solicitou a implantação do Bom Prato em Praia Grande, restaurante popular com oferta de alimentação balanceada e de qualidade no café da manhã e almoço.

Além de Cadu Barbosa, estavam os vereadores Ednaldo dos Santos Passos (Reco), Isaías Moisés dos Santos (Isaías Cabeleireiro), Roberto Andrade e Silva (Betinho) e Sergio Luiz Schiano de Souza (Serginho Sim).

Navarro destaca que o Programa Bom Prato, do Governo do Estado de São Paulo, oferece à população carente, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível. “A reivindicação por um restaurante popular em Praia Grande é antiga por parte dos moradores, no entanto é preciso estudar a localização ideal, para que sejam contempladas as pessoas que realmente precisam:  população carente, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social”.

Com a recessão econômica que atingiu o País nos últimos anos, o Bom Prato de algumas Cidades começou a atender pessoas pertencentes a todas as classes sociais, muito embora o foco do atendimento seja outro. “Infelizmente, em algumas regiões onde o Bom Prato é instalado, o espaço não contempla quem deveria e o restaurante acaba prejudicando pequenos empreendedores e comerciantes locais, sem falar que os realmente necessitados ficam sem o serviço. Não quero que isso ocorra em nossa Cidade, por isso a necessidade de estudar o melhor lugar para a instalação”.

Navarro destacou ainda que outros municípios da Baixada já contam com o serviço e está na hora de contemplar Praia Grande com o benefício estadual. “A Prefeitura deve estudar a localização ideal para a instalação do equipamento. Com certeza farei a reivindicação ao Estado. Podem contar comigo em mais esta luta por nosso Município, buscarei o recurso e espero que o Governo Estadual atenda a necessidade”.

O equipamento é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e o ideal é seja frequentado em sua maior parte por idosos e população carente.
BOM PRATO – O programa conta com 53 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 16 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00 e o café da manhã custa R$ 0,50. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *