Entorno: Prefeitura de Luziânia se integra a Campanha Nacional de Vacinação 2018

A melhor forma de proteção é a vacina. É importante vacinar. Saúde é uma responsabilidade de todos nós

No dia 18 de agosto, acontecerá o Dia D de mobilização, quando os mais de 36 mil postos de vacinação no país estarão abertos ofertando as vacinas. Segundo o ministério, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas. A meta é chegar a pelo menos 95% delas.

Em Luziânia todos os postos estarão realizando vacinação.

Esse tipo de campanha de reforço, informa o Secretário de Saúde de Luziânia, Dr. Watherson Roriz, “acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista no orçamento da pasta. Esse ano, no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e a ameaça da poliomielite”, afirmou.

*Casos de sarampo*

O Brasil tem 822 casos confirmados de sarampo em 2018. Atualmente, enfrenta dois surtos da doença, em Roraima e no Amazonas. Segundo o Ministério da Saúde, eles estão relacionados à importação de casos de outros países.

_”Isso ficou comprovado pelo genótipo do vírus (D8) que foi identificado, que é o mesmo que circula na Venezuela”, afirmou o secretário Watherson Roriz.

Seis estados brasileiros têm casos confirmados da doença: Amazonas, Roraima, Rondônia, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

*Quem deve ser vacinado?*

*Contra a poliomielite*: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”.

*Contra o sarampo*: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.

*Não devem ser vacinadas*: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

ASCOM/PML

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *