Goiás: Zé Eliton deixa Caiado sem reação no debate da TV Sucesso/Rede Record

► Governador mostra domínio de temas da administração, deixa demista sem resposta para questionamentos sobre incoerências políticas e mais uma vez expõe a ausência de propostas do adversário

O governador Zé Eliton (PSDB), candidato à reeleição, deixou o senador Ronaldo Caiado sem reação no embate de propostas promovido neste sábado (15/9) pela Rede Sucesso/TV Record em Rio Verde, em parceria com a Associação Comercial de Industrial (Acirv) do município. O tucano mostrou domínio de temas da administração, deixou o demista sem resposta para questionamentos sobre incoerências políticas e mais uma vez expôs a ausência de propostas do adversário

“Vocês viram aqui que as respostas de Caiado são só tergiversação, enrolação e embromação. Nós fizemos o Goiás na Frente para incentivar o desenvolvimento regional. Ele, nada”, disse Zé Eliton, no ponto alto do debate entre os candidatos, que teve ainda a participação de Daniel Vilela (MDB), Kátia Maria (PT) e de Weslei Garcia (PSOL).

Zé Eliton (PSDB) deu aula para Caiado sobre como fazer Goiás avançar. O governador falou sobre parte das ações dos governos dele e de Marconi Perillo (PSDB), candidato ao Senado, que colocaram o Estado em destaque no Brasil. “Somos líderes em geração de emprego. Somos o primeiro estado no Brasil em Educação. Goiás é um estado que avança em Ciência e Tecnologia”, disse.

No terceiro bloco do debate, Zé Eliton respondeu com firmeza e propostas ao questionamento feito pelo presidente do Sindicato Rural de Rio Verde,  Luciano Jaime Guimarães, sobre o tema desenvolvimento econômico do município. Zé Eliton disse que há todo um portfolio de ações  voltadas para geração de emprego, a partir do processo de agregação de valor aos produtos da região.

“O grande desafio é encontrar o equilíbrio nesta balança. Você precisa fortalecer a indústria e, ao mesmo tempo, garantir os resultados do setor primário”, assinalou. O governador disse que, para isso,  instrumentos são construídos.  O governador disse que o objetivo é buscar fomentar indústrias de alto valor agregado, através de programas com inovação e alta tecnologia.

“Buscando acelerar este processo, para que nós tenhamos um portfolio de indústrias que venham para esta região”, disse. “Naturalmente, isto diz respeito à indústria que gera empregos, que gera desenvolvimento, com resultados econômicos, mas também a qualificação”, assinalou, citando cursos de mestrado e doutorado na UEG em Rio Verde como passo importante de avanço neste sentido.

Para enfatizar que a política fiscal e econômica de seu governo fez com que o Estado passasse firme, sem abalos, pela crise nacional, Zé Eliton lembrou que Goiás entrou para a elite dos 10 estados mais competitivos do País ao ultrapassar Rio de Janeiro, Mato Grosso e Ceará, com melhoria na solidez fiscal, eficiência da máquina pública, segurança pública, sustentabilidade do meio ambiente e infraestrutura. O ranking foi divulgado ontem (14/9), na Bolsa de Valores de São Paulo.

Segurança Pública
“A Segurança Pública sempre foi uma prioridade em nosso Governo, de maneira especial depois que assumi a secretaria. Tive a oportunidade aqui em Rio Verde por diversas vezes de debater o tema com a sociedade organizada e entidades. Tivemos muitos avanços, mas claro que temos ainda muitos desafios relacionados às ações transversais”, disse Zé Eliton.
Ainda sobre segurança pública, Zé Eliton disse que a violência não se resolve apenas com revólveres e homens. “Claro que essas estratégias são importantes para termos um cenário de pacificação social. Justamente por isso que nessa semana, a secretaria de Segurança Pública divulgou dados em que mostram redução contínua em todos os índices de violência”, afirmou o candidato à reeleição pela chapa Goiás Avança Mais.

Zé Eliton destacou que é preciso preparar esse Estado para outro salto.  “Por isso estamos propondo em nosso plano de governo um programa que vai estabelecer o acompanhamento por parte do Estado da primeira infância, até os sete anos. Nosso objetivo é saber se a criança está ou não na escola, porque saiu, se tomou ou não as vacinas, as ações em Educação que garanta o combate à evasão escolar, ale de outros dados importante que vão nos auxiliar nesse entendimento”, explicou.

O governador ressaltou que é importante termos a convicção que ninguém tem varinha mágica. “Segurança Pública envolve, além das ações de repressão, área de inteligência e toda uma reformulação da legislação penal e processual penal. Mesmo porque, sabemos que a polícia prende o bandido e na própria viatura ele diz: ‘você vai me prender hoje, mas semana que vem eu estou na rua de novo’”, disse.

Sobre o salário dos policiais militares, Zé Eliton ressaltou que Goiás tem a segunda melhor média salarial do Brasil. “De Segurança Pública, nós temos propriedade para falar, porque reduzimos em muito os índices”.

Em sua vez de perguntar, Zé Eliton pediu para que o candidato do DEM, Ronaldo Caiado falasse sobre suas propostas para fomentar o desenvolvimento regional de Goiás. Caiado, por sua vez fugiu do tema e não respondeu de fato o que o governador perguntou. “Evidentemente podemos ver que a resposta à pergunta feita por mim não foi dada em momento nenhum, apenas embromação e tergiversação”, disse o governador.

Zé Eliton completou o raciocínio afirmando que fez o questionamento porque em seu governo foi criado o programa Governo na Frente, responsável pelo maior avanço nas políticas de desenvolvimento regional. “Quase todos os municípios receberam benefícios do programa”.

Durante sua fala final, Zé Eliton agradeceu à TV Sucesso pela oportunidade de expor suas ideias e propostas aos eleitores goianos e debatê-las com os demais candidatos. “Podemos observar mais uma vez, que alguns candidatos que já se acham eleitos começam a apresentar a ausência de conteúdo. Nenhuma pergunta é respondida, ele apenas tergiversa. Fica evidente a incoerência e oportunismo dos candidatos”, declarou o governador.

Aos eleitores, Zé disse que quer continuar governando Goiás, porque é um estado bom. “Goiás é líder em Educação e para isso quero continuar investindo na área, com a Bolsa Permanência, para evitar e combater a evasão escolar, o programa UEG em Rede, que vai levar curso superior aos 246 municípios e com Professor Mestre, que vai ofertar a todos os professores o curso de Mestrado”, falou.

“Quero garantir que Goiás siga sendo referência na geração de empregos, em ações de incentivo fiscais, em ações de Segurança Pública, ao contrário daqueles que ficaram 30 anos no Congresso Nacional e nada fizeram”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *