Goias: Demóstenes propõe piso salarial real para agentes de saúde durante rush pelo interior

O procurador de Justiça e candidato a deputado federal Demóstenes Torres realizou na última quinta-feira (4) mais um grande dia de atividades de campanha em diversos pontos do Estado. Demóstenes também apresentou uma proposta que visa criar um piso nacional de verdade para Agentes de Saúde e Agentes de Endemias. O candidato também participou de uma enorme caminhada pelas ruas de Mineiros, realizou ações em Rubiataba e também em Luziânia, Cidade Ocidental, Valparaíso e Novo Gama, municípios do Entorno de Brasília.

“Tenho caminhado por Goiás, conversado com a população, apresentado propostas para os problemas que todos sentem na pele. É uma campanha propositiva e fico feliz com a recepção que recebemos em cada cidade”, disse Demóstenes. “Existe também uma categoria que percorre todo o estado. Os agentes de saúde e agentes de endemias. A minha propostas é criar um piso nacional real, que não seja um mero repasse de recursos”, completou. O dia 4 de outubro é o Dia do Agente Comunitário de Saúde.

Em Mineiros, o candidato conversou com os moradores durante a caminhada que percorreu as principais ruas da cidade ao lado de Neiba e Aderaldo Barcelos, ex-prefeitos do município. “Demóstenes tem serviço prestado por Goiás e pelo Brasil. São muitas leis que hoje beneficiam a gente que ele ajudou a fazer”, disse Janaina Andrada, de 47 anos, dona de casa.

O carinho da população também foi a tônica em Rubiataba. A proposta de Demóstenes que pretende retirar um dia do talão para cada vez que faltar energia ganhou o gosto popular. “Praticamente todo dia é a mesma coisa, falta luz. Aí a gente não pode tomar um banho, menino não tem como estudar e a gente fica à luz de velas. Demóstenes tá certo, tem que cobrar mesmo”, disse José Geraldo, mecânico de 47 anos.

No Entorno de Brasília, Demóstenes defendeu a criação do Graer do Entorno, com viaturas blindadas e helicópteros para serem utilizadas em ações ostensivas e de inteligência. “É preciso criar condições dignas de trabalho. Armamento, equipamento de primeira. São homens e mulheres que arriscam suas vidas para proteger nossa população”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *