Ronaldo Caiado recebe embaixador da Espanha para mostrar as potencialidades de Goiás, estreitar laços e fortalecer comércio

Nós pretendemos, num futuro próximo, assinar um memorando para não ficarmos só na teoria, mas para trabalharmos junto com o Estado de Goiás”, disse o embaixador da Espanha, Fernando Garcia, durante encontro com o governador no Palácio das Esmeraldas. O objetivo é fortalecer as relações comercias e firmar parcerias nos setores de infraestrutura, cultura e educação

O governador Ronaldo Caiado segue firme na promoção da política de bom relacionamento esterno e de divulgação das potencialidades de Goiás para o mundo. Hoje ele recebeu, em seu gabinete no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Garcia, acompanhado do Adido de Agricultura,  Lúcio Carbajo, e do secretário-chefe de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Giordano de Souza. Esta é a primeira visita oficial que o embaixador faz a Goiás.

A pauta central do encontro foi a ampliação das transações comerciais entre os europeus e o Estado de Goiás. “Nós estivemos, ontem, visitando fazendas, fazendas de excelência nos âmbitos agrícola e pecuário porque pretendemos ampliar o intercâmbio entre Goiás e a Espanha para, num futuro próximo, assinarmos um memorando e não ficarmos só na teoria, mas trabalharmos junto com o Estado de Goiás”, frisou o embaixador.

Fernando Garcia informou que a balança comercial Goiás-Espanha é favorável ao Estado de Goiás, “cinco vezes maior”, e que seu país tem “muito potencial não só no setor econômico, mas também de infraestrutura, cultura e educação”.

Relação Goiás – Espanha – Os números da relação comercial entre o estado de Goiás e a Espanha evidenciam a tendência de novos negócios que beneficiem o Estado e fortaleçam as relações institucionais. Só em 2018, Goiás exportou um total superior a 260 milhões de dólares. A extração mineral (195 milhões de dólares), o complexo de soja (44 milhões de dólares) e o complexo de milho (11 milhões de dólares), foram os principais responsáveis pelo saldo positivo.

Já o Estado importou mais de 45 milhões de dólares em produtos da Espanha, com destaque para os insumos da indústria farmacêutica, responsáveis por 17 milhões de dólares de transações, e os adubos e fertilizantes, que registraram valor superior a 13 milhões de dólares negociados.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *