São Paulo: Bairro Antártica ganhará um ecoponto para descarte de materiais recicláveis

Anúncio oficial aconteceu na tarde da última quinta-feira (17)

O Bairro Antártica será um dos quatro locais que devem ganhar uma unidade Ecoponto em 2019. As obras devem ser iniciadas ainda no primeiro semestre do ano e o local de construção ainda está sendo definido. O anúncio oficial foi feito na tarde da última quinta-feira (17) pelo prefeito Alberto Pereira Mourão, em evento que fez parte das comemorações do aniversário de emancipação político-administrativa de Praia Grande, celebrada em 19 de janeiro, que conta ainda com inaugurações e anúncios de novas obras e serviços para a Cidade.

Na oportunidade, além do novo ecoponto, foram assinadas ordens de serviço para o Bairro como a confecção de cobertura da quadra das Escolas Municipais Thereza Magri e Idílio Perticaratti, urbanização da antiga área do Profundir e construção de novo conjunto habitacional. O evento contou com a presença da população, representantes dos moradores do Bairro, secretários municipais e o deputado estadual Cássio Navarro.

O novo ecoponto contará com caçambas para o descarte de itens como vidro, plástico, papel e pequenas quantidades de entulhos (até 2 m³ no total). O local ainda receberá o descarte de pilhas e óleo de cozinha. A intenção da Administração Municipal é que, com o tempo, todos os Bairros de Praia Grande passem a contar com uma unidade ecoponto.

Além do Antártica, os novos bairros que devem receber ecopontos em 2019 são o Quietude, Antártica, Esmeralda e Tupi. O trabalho integra uma série de melhorias do sistema de reaproveitamento de materiais recicláveis em Praia Grande, que incluem a ampliação no número de caminhões destinados ao serviço de Coleta Seletiva na Cidade, passando de 6 para 12.

O prefeito Alberto Mourão explicou que atualmente cerca de 100 famílias vivem da reciclagem feita pela Cooperativa de Trabalhadores e Recicladores de Materiais Orgânicos e Inorgânicos Nova Vida (Coopervida) e pela Associação dos Catadores de Materiais
Recicláveis (Acamar). “Queremos que a Cidade tenha mais duas entidades como estas realizando o encaminhamento desses itens para o reaproveitamento. Mas para isso, precisamos que toda a população se conscientize e realize a reciclagem. Meios para isso a prefeitura tem oferecido”.

Moradora do Bairro desde 1986, a artesã Solange Lima dos Santos, de 68 anos, disse que acompanhou todas as mudanças do local. “Antes aqui não tinha nada, agora o Antártica está bem desenvolvido e as obras anunciadas só vêm para completar todas essas melhorias”.

Quem também aprovou os anúncios foi a dona de casa Ivelize Souza Miranda, de 23 anos. Moradora do bairro desde a infância, ela afirmou que o bairro é muito organizado e que a Prefeitura tem realizado diversas melhorias para o local nos últimos anos. “O ecoponto vai ajudar até na limpeza urbana. Mas todos os moradores têm que colaborar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *