São Paulo: em Praia Grande, carnaval agita unidades do Programa Conviver

Mais de 500 idosos se divertiram nas festas em homenagem ao reinado de Momo

Foi entre máscaras, adereços coloridos e muito brilho, que centenas de idosos frequentadores das unidades do Programa Conviver de Praia Grande se divertiram ao longo da semana. As festas relembraram os bailes de antigamente, com muitas marchinhas, fantasias, confete e serpentina. Sucesso entre os participantes.

No Conviver do Bairro Boqueirão a festa foi realizada na manhã da última sexta-feira (1). Inicialmente, gincanas esportivas e logo depois, um baile de Carnaval. Uma banda tocou todas as tradicionais marchinhas ao vivo e os foliões se divertiram. Cerca de 80 pessoas participaram.

No mesmo dia, durante a tarde, a turma do Conviver Caiçara aproveitou a quadra da unidade para fazer o baile. As fantasias se destacaram, principalmente a de alguns homens que se empolgaram e usaram roupas de mulher. Cerca de 70 pessoas se divertiram com a festa.

Também à tarde, no Conviver do Bairro Ocian, a diversão foi garantida com as tradicionais marchinhas de Carnaval. Teve convidado fantasiado e outros que aproveitaram com roupas normais. A unidade reuniu mais de 100 pessoas no baile de Carnaval.

A quinta-feira 28 de fevereiro teve dois bailes. No Conviver Guilhermina cerca de 70 idosos usaram vários adereços para entrar no clima. Chapéus, perucas e muito brilho marcaram os figurinos da turma. Por todo o salão, confetes e serpentinas e a festa foi ao som das tradicionais marchinhas de carnaval.

No Conviver São Jorge, a chuva que caiu forte não espantou os foliões. Carca de 50 pessoas se divertiram na unidade. As clássicas marchinhas de carnaval embalaram os frequentadores da unidade.

Na quarta-feira 27 de fevereiro, a turma do Conviver Samambaia aproveitou o baile da unidade. Cerca de 80 pessoas dançaram ao som das marchinhas tradicionais. A maioria usava fantasias dos mais diversos temas. Cada um levou um prato de doce ou salgado e, com isso, uma grande mesa de comida estava à disposição dos participantes.

No mesmo dia, no Bairro Tupi, a festa foi realizada em conjunto com os frequentadores do Conviver Tupi e da unidade do SuperEscola do Bairro. Crianças e adultos se divertiram juntos. Para animar, um componente da escola de samba paulistana Camisa Verde e Branco se apresentou com a cuíca e alunos das aulas de musicalização com outros instrumentos. O resultado foi mais de 100 pessoas e uma miniescola de samba divertindo todo mundo junto.

Ainda no início da semana, na terça-feira 26 de fevereiro, o Conviver do Bairro Solemar foi todo decorado com temas carnavalescos. Máscaras nas paredes, música ao vivo e muita animação. Os participantes entraram no clima e se fantasiaram dos mais diversos temas para a festa.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *