Professores e alunos da Rede Estadual usam aplicativo como ferramenta de aprendizado

A Studos é uma plataforma no formato de aplicativo com recursos pedagógicos que permite estudar por meio de simulados online. O objetivo é contribuir na melhoria do desempenho acadêmico dos alunos, assim como na preparação para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Na Paraíba, 311 escolas da Rede Estadual já utilizam o aplicativo, sendo 22 mil estudantes beneficiados.

Na plataforma, os professores podem criar simulados e tarefas. Os alunos respondem suas atividades pelos celulares, podendo ver o tempo que leva para responder cada questão. Os coordenadores acompanham os pontos fortes e fracos de cada aluno, ajudando-os na necessidade deles em cada matéria. Existe um grande banco de questões do Enem, vestibulares e de várias universidades.

A Studos foi criada em Florianópolis pelo professor de Biologia Wilson Fernandes, junto com Leonardo Prates. Em 2016, A secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) fez parceria com a Plataforma, implantando como projeto piloto em 10 escolas da Rede Estadual de Ensino para alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio. Em 2017 ampliaram a proposta para outras escolas estaduais e hoje 311 utilizam o aplicativo.

A parceria da plataforma com a SEECT permite aos estudantes da Rede Estadual de Ensino usarem o aplicativo gratuitamente. Cada escola tem um coordenador responsável pelos cadastros de professores e alunos. Assim, quem ainda não está cadastrado na plataforma Studos deve procurar a direção da escola para saber quem é o coordenador e poder realizar o seu cadastro. O cadastro é realizado a partir da matrícula registrada na plataforma Saber, por meio de e-mails institucionais disponibilizado pela Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, por meio do Google Educação.

A iniciativa da Plataforma Studos dentro da SEECT é coordenada pelo Gerente de Ensino Médio, Robson Rubenilson. “O nosso objetivo neste ano é fazer com que mais escolas usem a plataforma para fortalecer a preparação dos estudantes para o Enem”, falou.

Na escola – O professor Tomaz Passamani é coordenador da plataforma na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professora Argentina Pereira, no Centro de João Pessoa. Segundo ele, “os resultados são eficazes, considero algo positivo. Eu passo as atividades, os alunos respondem e eu posso acompanhar o desempenho deles. A utilização do aplicativo é uma forma de estudos que atrai os alunos. Como as tendências são de que o ensino se torne cada vez mais mediado por computador e a distância, o uso da Plataforma Studos não deixa de ser uma experiência, e possível início de transição para parte da Educação Básica ser mediada pelo computador ou a distância”.

A estudante Lucilane Maria de Fátima aprova o uso da plataforma na escola. “A plataforma é importante, é algo além das aulas do professor. É uma motivação para a gente se desenvolver mais no Ensino Médio. Apesar das dificuldades encontradas nas questões, o professor sempre tira nossas dúvidas e nos ajuda. A plataforma é uma porta que se abre para facilitar o nosso aprendizado”, falou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *