Saiba como cuidar da saúde com chegada do inverno

O inverno começa oficialmente nesta segunda-feira (20), às 19h34, e promete ser mais rigoroso, de acordo com o do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

A chegada desta estação pede cuidados extras com a saúde. Pois, com as baixas temperaturas, as pessoas têm a tendência de ficarem aglomeradas em locais pouco ventilados, o que contribui para a maior circulação de agentes causadores de doenças.

A transmissão do vírus influenza e do resfriado acaba sendo facilitada. Uma consequência das infecções virais é a queda da imunidade, o que pode levar a complicações bacterianas. Ao se recuperar de uma gripe ou resfriado, os mecanismos de defesa do corpo baixam a guarda, e dão margem para que bactérias causadoras de pneumonia, amigdalite e sinusite, por exemplo, façam a festa.

As alergias são outra implicação dos hábitos humanos. O uso de cobertores e casacos que estavam guardados há muito tempo, com pó e mofo, provoca irritação das vias aéreas, e pode causar sintomas de asma brônquica e rinite alérgica. A própria questão climática também desencadeia as reações.

Quais são os cuidados?

A dieta diária traz reflexos diretos na imunidade. Para que o seu corpo tenha o potencial de combater doenças, uma alimentação balanceada é fundamental. Uma dieta saudável contém todos os grupos alimentares: carboidratos, que dão energia; proteínas, que atuam na produção de células de defesa; vitaminas e minerais.

O recomendado é fazer seis refeições por dia, com porções adequadas à sua necessidade energética e à sua faixa etária. Para quem não gosta de salada no frio, é importante consumir verduras e legumes de outras formas, por exemplo, em sopas.

Reforçar o consumo de vitamina C é uma boa medida para evitar gripes e resfriados. Frutas cítricas, como a laranja, mexerica, limão, morango e abacaxi são ricas em vitamina C. Caso ache difícil comê-las, opte pelo suco.

Uma importante dica é não esquecer a ingestão de líquidos. Beba bastante água e, caso opte por chás, controle a quantidade de açúcar. O ideal é sem.

Foto: Arquivo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *