Projeto de acolhimento musical realizado em hospitais de Goiás já foi visto por mais de 700 pessoas

Hutrin e Hospital Regional de Luziânia já transmitiram 150 minutos de lives para pacientes internados com Covid-19

 Há um mês, os pacientes diagnosticados com Covid-19 que estão internados no Hospital Regional de Luziânia (HRL) e no Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin) participam, todas as quartas-feiras, de um projeto de acolhimento musical. A iniciativa do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED visa a humanização das unidades de saúde e dos atendimentos oferecidos à população.

As lives do projeto Amor Cantado – Acolhimento Musical já somam mais de 150 minutos de programação, sendo que cada transmissão ao vivo pelo canal TV IMED tem cerca de 30 minutos. Quem comanda a iniciativa é o cantor Hercílio Ramos Júnior, que interpreta as músicas solicitadas pelos pacientes que estão em isolamento nas enfermarias dos hospitais. Familiares dos internados e os colaboradores das unidades também podem acompanhar as lives através de smartphone, notebook ou Smat Tv.

“A música tem efeito terapêutico. Todos nós já ouvimos o ditado popular de que quem canta seus males espanta”, afirma a psicóloga do IMED Polliana Alves Araújo. As canções têm um efeito importante para os pacientes que estão isolados. “A música gera conforto e alívio das incertezas. Faz com que o paciente tenha as sensações de vivências familiares de volta”, complementa.

Acolhimento musical

A live ajuda bastante, ela distrai a gente já que não podemos ter visita da família. É ótimo”, diz a paciente Francisca Mangueira de Jesus, de 64 anos, internada no HRL. Animada após a transmissão desta quarta-feira (02), ela agradece e elogia a equipe do hospital. “Todo mundo é ótimo, até neta eu tenho aqui”, conta rindo ao se referir a profissional de saúde que a acompanha diariamente.

Já a paciente do Hospital de Urgências de Trindade, Geralina Gonçalves Barbosa, de 71 anos, homenageada com a música Aquarela, do compositor Toquinho, agradece todo o acolhimento oferecido pela unidade. “Estou aqui nesse hospital maravilhoso e melhorando a cada dia. Amei todo esse pessoal do Hutrin, de todos os departamentos. Todos eles foram maravilhosos e me tratam muito bem”.  Com saudades de casa, ela ressaltou a vontade de voltar para os braços da família. “Não vejo a hora de abraçar meu marido e ver minhas plantas que são as coisas mais lindas”, finaliza.

As fotos e os vídeos do projeto podem ser acessados através deste link.

Sobre o HUTRIN

O HUTRIN (Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos) é uma unidade de assistência, ensino e pesquisa, que integra a Rede Estadual de Hospitais de Urgências e Emergências do Estado de Goiás (Rede HUGO). O Hospital tem 48 leitos, sendo oito de UTI, perfil assistencial voltado para baixa e média complexidade em clínica obstétrica, clínica cirúrgica e clínica médica e clínica ortopédica sendo referência para Trindade, onde está localizado, e as cidades vizinhas.

Desde o dia 25 de agosto de 2019, o HUTRIN encontra-se sob a gestão do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, uma Organização Social (OS) que se destaca pela prestação de serviços e desenvolvimento de projetos que proporcionem bem-estar, saúde, cidadania e dignidade às pessoas. O IMED administra o HUTRIN para que ele funcione com qualidade 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Sobre HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

Paciente assiste live do projeto Amor Cantado – Foto: Luiz Fernando

Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *