Programa de Praia Grande dá destino certo a mais de 23 mil litros de óleo de cozinha usado

Em 2021, iniciativa contará com participação de todas as 77 escolas municipais

Conscientizar alunos e comunidade sobre a preservação do meio ambiente ao dar destino correto para óleo de cozinha depois de usado. Para isso, a Prefeitura de Praia Grande – SP conta com programa ‘Ação Renove o Meio Ambiente’. Nos dois primeiros anos, a iniciativa coletou 23.336 litros do produto. Para 2021, os organizadores trabalham com a expectativa de crescimento do montante arrecadado com as 77 escolas municipais participando da ação.

O programa ocorre em Praia Grande por meio de parceria entre o Departamento de Educação Ambiental (DEA) da Secretaria de Educação (Seduc) e a empresa Cargill, responsável pela marca Liza. Em 2020, a iniciativa ampliou de 45 para 77 escolas participantes com a entregar os contentores em formato de garrafa para armazenar as pets com óleo de cozinha usado. Nos próximos dias, cerca de 100 mil folders e 100 faixas serão distribuídas para as unidades.

Em 2018, quando começou a ação, o programa coletou 10.045 litros do material. No ano seguinte, a iniciativa apresentou crescimento de 32% na quantidade de produto ao recolher 13.291 litros de óleo de cozinha.

Para a diretora do Departamento de Educação Ambiental, Eliane Queiroz, espera-se arrecadação equivalente ou superior a 2019. “Ainda não sabemos como será o início do ano letivo em 2021, mas as crianças em casa terão papel fundamental”.

Ainda segundo Eliane Queiroz, uma vez em casa, os alunos participam mais da rotina do lar e influenciam pais e responsáveis em separar o óleo de cozinha usado para descartar de forma correta. “Para o ano que vem nosso objetivo é de dar continuidade e retomar o programa. Trata-se de um ciclo! Nossos alunos participam das atividades de conscientização ambiental aqui no Departamento e replicam isso onde residem. E esse é o nosso objetivo”, enfatizou.

O programa ‘Ação Renove o Meio Ambiente’ está entre as iniciativas adotadas pela Comissão de Desenvolvimento do Projeto de Reciclagem de Óleo de Cozinha, instalada por meio de projeto de lei nº 29.705 de 2014, pelo prefeito Alberto Mourão. De acordo com Eliane Queiroz, que acumula a função de presidente da comissão, a ação nas escolas busca formar cidadãos mais conscientes no futuro.

Para colocar o programa em prática, além da marca Liza, da empresa Cargill, e da Secretaria de Educação, participam da iniciativa ainda a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e a Ecovias.

Sustentabilidade – Com o resíduo, o programa transforma todo o material adquirido em matéria-prima para produtos mais sustentáveis, como o biodiesel – combustível de fonte limpa e renovável.

O Programa tem como objetivo oferecer ao consumidor uma alternativa prática e sustentável para o descarte ambientalmente correto do óleo de cozinha usado. Ao invés de jogar o resíduo na pia, ralos, lixo comum e até mesmo na terra, o consumidor pode, com a ajuda de um funil, separar o óleo de cozinha usado em uma garrafa PET e levar até um dos mil pontos de coleta que estão disponibilizados pela marca LIZA. A relação de todos os pontos de coleta está disponível no site www.liza.com.br.

Presente em 10 estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pará), a inciativa conta com pontos de coleta localizados em Redes de Supermercados, Shoppings, Prefeituras, Órgãos Públicos, empresas, ONGs e escolas. Além disso, o projeto ainda conta com pontos de coleta em redes de restaurantes, oferendo aos clientes da Cargill a possibilidade da gestão dos resíduos de seus estabelecimentos.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *