Lêda Borges propõe auxílio de R$ 1 mil a trabalhadores do setor de alimentação em Goiás

Durante sessão remota realizada na tarde desta quarta-feira (15), a deputada estadual Lêda Borges (PSDB) apresentou projeto de lei que propõe medida de apoio financeiro a trabalhadores do setor de alimentação fora do lar de Goiás. A proposta é que cozinheiros, garçons, maîtres, atendentes e balconistas recebam auxílio de R$ 1 mil, em duas parcelas de R$ 500 para diminuir os impactos da crise econômica geradas a tais profissionais por conta da Covid-19.

Segundo o projeto de lei, para habilitação e pagamento do auxílio, a Secretaria de Cultura (Secult) fará o cadastramento dos trabalhadores, que foram afetados pela pandemia. As cotas poderão ser prorrogadas pelo Poder Executivo Estadual.

“O projeto é uma medida de apoio financeiro para trabalhadores do setor de alimentação fora do lar, como restaurantes e bares. O auxílio será dado a todos os que pertencem ao mencionado setor e que estão desempregados em decorrência dos impactos financeiros ocasionados pela Covid”, justificou.

Texto e Foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *