Morar sozinho e comer saudável é o desafio do século 21

Nutricionista dá dicas para quem vive sozinho, organizar a cozinha e aproveitar melhor os alimentos

Quem mora sozinho sabe o quanto é bom, mas também é trabalhoso. Cuidar da limpeza da casa, lavagem das roupas, contas, boletos, compras de supermercado e ainda cozinhar! Há quem fique desmotivado em fazer as refeições sem ter companhia e acabam negligenciando a alimentação. E viver sozinho parece ser a tendência do século 21. Segundo pesquisa do IBGE, cerca de 30 milhões de brasileiros preferem viver sozinhos e são mais felizes. Em 10 anos, o número de pessoas que vivem sozinhas no Brasil saltou de 10,4% para 14,6% da população, segundo o Instituto.

Mas nem tudo é céu azul na solidão voluntária. Outro levantamento realizado pela Pesquisa Nacional de Saúde, chegou à conclusão de que 66,1% dos entrevistados avaliaram a saúde como boa, porém apenas 37,3% consomem a quantidade diária de frutas e hortaliças. Outros 37,2% consomem carne ou frango com excesso de gordura.

Para não entrar na onda dos brasileiros que acabam comendo mal devido à “correria” e acabam consumindo mais alimentos enlatados e industrializados, trouxemos algumas dicas que poderão ajudar a rotina na cozinha a ser saudável, nutritiva sem perder a praticidade. As orientações são da nutricionista do Fort Atacadista, Erika Milla Freitas Lima.

Faça suas compras mensalmente e a cada 15 dias – Reserve algumas horas de um final de semana ou até mesmo durante à noite para ir ao supermercado, já que muitos operam até às 22 horas, como o Fort Atacadista. Compras de alimentos menos perecíveis como arroz, feijão, sal, azeite, manteiga, macarrão, podem ser feitas uma vez por mês e armazenadas no armário. E os vegetais, frutas, verduras e queijos podem ser comprados quinzenalmente e organizados na geladeira, orienta Erika.

Não se preocupe com a quantidade – Você já deve ter muito o que pensar, então não precisa ficar na “neura” sobre o quanto vai ter que cozinhar para se alimentar. Cozinhe o quanto achar necessário e guarde a sobra para uma próxima refeição. Afinal, os imprevistos acontecem e às vezes aquele macarrão do jantar do dia anterior garante o almoço no dia seguinte.

Congele as sobras – Ter potinhos de plástico em casa é sagrado, então use-os para congelar as sobras. Lembre-se que cada comida deve ficar em sua casinha, ou seja, cada alimento vai para um pote específico. Detalhe importante: ao cozinhar, não precisa esperar que os alimentos esfriem antes de guardá-los no congelador. Isso é um mito, diz a nutri. Para garantir a segurança alimentar, é preciso que a comida esfrie relativamente rápido, e passe de 60ºC para 10°C em até duas horas.

Congele também vegetais e carnes frescos – Lembre-se da praticidade. Os legumes congelados têm as mesmas propriedades dos alimentos frescos. As carnes também permanecem com os mesmos nutrientes após a refrigeração.  A dica é comprá-los semanalmente e, quando chegar em casa, fazer os cortes e armazená-los no congelador. Após o congelamento, o prazo de durabilidade também se estende.

Eleja um dia para cozinhar e armazenar em marmitas – Como você mora sozinho, duas xícaras de arroz, uma de feijão e 1 kg de carne duram uma semana. Escolha uma tarde do final de semana ou uma noite e cozinhe uma refeição básica. Exemplo: arroz, feijão, carne moída, ou em pedaços frita. Separe porções para marmitas e congele. Assim, ao longo da semana, terá no freezer o básico e os legumes para ir montando os cardápios no dia a dia.

Evite comprar guloseimas e invista nas frutas – Opte por não comprar alimentos industrializados, pois na hora que bater a fome, você irá escolher biscoitos, bolachas, salgadinhos e doces ao invés de uma refeição saudável. Comprar frutas, por outro lado, pode substituir os alimentos ricos em açúcar e são mais nutritivos.

Onde encontrar – O Fort Atacadista possui uma variedade de frutas, verduras e legumes, além dos itens alimentícios da cesta básica a preços baixos e das melhores marcas. Além disso, na loja do Sol Nascente o consumidor tem o Açougue Carne Fresca, com opções de cortes de carnes fracionadas e em bandejas, em um expositor moderno e diferenciado. Em formato ‘aquário’, ele permite ao cliente acompanhar com mais transparência o trabalho dos açougueiros e comercializa mais de 40 cortes de carnes nobres e frescas (não maturadas) em porções fracionadas. As lojas ficam em Taguatinga, Sol Nascente e Ceilândia.

Fotos: Divulgação

Por Hellen Quida – Assessora de Imprensa Fort Atacadista DF – Marmita perfeita – Foto Cyntia Noemi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *