Fiéis oram por pacientes com coronavírus na UPA de Samambaia

Ato de fé em frente à unidade, organizado pelo Conselho de Mulheres Evangélicas (Comev) da região, durou uma hora e meia
“Estamos orando por vocês”, diz trecho de uma faixa em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Samambaia. A afirmação, feita pelo Conselho de Mulheres Evangélicas (Comev) da região administrativa, foi colocada em prática nesta semana. O grupo destinou uma hora e meia de preces aos internados na unidade administrada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF).
Com as mãos erguidas para a UPA e respeitando as medidas de distanciamento social exigidas pela pandemia, cerca de 20 fiéis rezaram e cantaram louvores em solidariedade aos pacientes e aos trabalhadores. “Nosso objetivo é trazer força para quem está na linha de frente combatendo a covid-19 e para os que foram acometidos por essa doença, além daqueles que enfrentam outras enfermidades”, explicou a presidente do Comev de Samambaia, Cleonice Rabelo.
A ação recebeu o reforço de integrantes da Igreja do Monte de Samambaia, onde Cleonice é pastora. Segundo ela, essa foi a terceira vez em que as instituições religiosas se uniram para orar pela UPA durante a pandemia.
As orações são uma grande corrente do bem para todos, acredita a gerente da UPA de Samambaia, Regilane Fonseca. “Elas fortalecem o coração não só dos que estão internados, mas dos que estão lá fora e têm a chance de ver um lindo louvor acontecendo”, comentou.

Os fiéis do Comev de Samambaia e da Igreja do Monte Samambaia também costumam fazer preces em outros locais públicos da região administrativa, como delegacias, unidades básicas de saúde (UBS) e o Hospital Regional de Samambaia. Quando possível, eles doam equipamentos de proteção individual (EPIs) às unidades de saúde.

Texto: Thaís Umbelino
Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *