Instituto iungo lança programa Nosso Ensino Médio para formação de professores de escolas públicas

Parceria entre Instituto iungo, Instituto Reúna e Itaú Educação e Trabalho tem o objetivo de apoiar professores e gestores de escolas públicas na transformação do Ensino Médio

Para apoiar redes públicas de ensino e escolas de todo o país a promoverem as mudanças previstas para o Ensino Médio, o Instituto iungo, em parceria com o Instituto Reúna e Itaú Educação e Trabalho, lança o Nosso Ensino Médio, programa gratuito e inédito de formação de educadores. A partir de 13 de abril, as Secretarias de Educação, escolas e educadores do país poderão acessar os conteúdos no site www.nossoensinomedio.org.br

O programa foi criado em conjunto com professores, técnicos de secretarias estaduais de educação e especialistas. O objetivo é que que docentes, gestores escolares e formadores das redes públicas possam implementar os novos currículos da etapa, pensados para promover uma educação integral, que faça mais sentido para os estudantes em seus projetos de vida pessoais, sociais e profissionais.

Para apresentar o projeto, o canal do Youtube do programa vem transmitindo uma série de lives, desde o dia 23 de março. A primeira contou com a participarão do diretor do Instituto iungo, Paulo Emílio Andrade, junto com a diretora do Instituto Reúna, Kátia Smole, e a Superintendente do Itaú Educação e Trabalho, Ana Inoue, que conversaram sobre as inovações do Ensino Médio. Todas as lives transmitidas estão disponíveis para exibição no canal.

A ideia é propor um percurso formativo flexível, em que professores e gestores escolares se sintam apoiados para trabalhar com os novos currículos de suas redes e para participar ativamente dessa implementação. Além de oferecer esse conteúdo robusto para as secretarias estaduais de educação, o Instituto iungo vai apoiar a implementação da formação em cinco estados nos próximos dois anos.

“Nossa expectativa é contribuir para que os educadores brasileiros possam implementar, nas escolas, um Ensino Médio coerente com as demandas e anseios juvenis, e com as propostas curriculares que estão sendo finalizadas, de modo a promover o desenvolvimento integral dos estudantes e possibilitar que eles construam e coloquem em prática seus projetos de vida. É, também, um passo no caminho para combater o desinteresse e a desconexão dos jovens com a escola, que acaba gerando índices elevados de evasão nessa etapa da Educação Básica. Sabemos que uma caminhada importante assim não se percorre sozinho: precisamos fazer nossa parte e contribuir com todo o ecossistema de educação, que trabalha para que a escola seja um lugar de oportunidades para cada pessoa e de potência transformadora do nosso mundo.”, explica Paulo Andrade, Diretor de Educação do Instituto iungo.

Sobre o Instituto iungo

Com objetivo de promover o desenvolvimento profissional de educadores de todo o Brasil, o Instituto MRV idealizou e é o mantenedor do Instituto iungo. A iniciativa nasceu para conectar professores, gestores, centros de pesquisa e especialistas em educação para formar e fortalecer redes de práticas de ensino, produção de materiais e troca de experiências. Para a sua viabilização inicial, contou com um investimento de R$3,6 milhões. São parceiros do iungo o NAP/USP (Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas da Universidade de São Paulo), a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e a Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais.

Com Informações de Assessoria – Foto: Arte/imagem/Divulgação/Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *