Novas lâmpadas de LED iluminam as ruas de Brazlândia

Lago Veredinha, tradicional ponto de encontro da “moçada” de Brazlândia, está entre os locais que receberam a nova iluminação | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília
Governo investe R$ 1,5 mi na substituição de 1,6 mil lâmpadas de sódio por LED para tornar a cidade mais segura

RAFAEL SECUNHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: SAULO MORENO

Uma Brazlândia mais clara vai, aos poucos, tomando forma e trazendo mais segurança e satisfação para os moradores. A Companhia Energética de Brasília (CEB) já substituiu quase 700 luminárias de vapor de sódio pelas modernas lâmpadas de LED em vários pontos da região administrativa. A ação faz parte do projeto do GDF de eficientização da iluminação pública, que vai levar 1.606 lâmpadas novas para cidade.

As melhorias, no valor de R$ 1,49 milhão, são custeadas por emenda parlamentar do deputado distrital Iolando Almeida. O reforço na iluminação da cidade já pode ser visto em pontos bem conhecidos de Brazlândia, como a orla do Lago Veredinha; o estacionamento da Feira Permanente; o Parque Ecológico Veredinha; o Setor de Comércio e Diversões; o Santuário Menino Jesus, entre outros.

Moradora do Setor Tradicional, a jornalista Ana Paula Casulo, 48 anos, elogia as mudanças na iluminação. Um lugar que chamou a atenção dela foi a do Lago Veredinha, que ganhou “outra cara”. “Deu outro visual. Hoje em dia, tem gente fazendo caminhada até meia-noite pois está bem claro”, revela. “Além do que, a cidade fica bem mais bonita”, emenda a moça.

“Deu outro visual. Hoje em dia, tem gente fazendo caminhada até meia-noite pois está bem claro”Ana Paula Casulo, moradora do Setor Tradicional

A Vila São José e o Incra 8 também vão ganhar luz nova. No primeiro endereço, quatro quadras (55, 56, 57 e 58) de um total de nove foram contempladas. Com isso, as rotas do transporte coletivo também já estão mais claras.

Economia na conta de iluminação pública

“A nova iluminação traz grande sensação de segurança para nossos moradores. Mas, a economicidade, tem de ser lembrada. Quando toda a troca for concluída, teremos uma economia de cerca de R$ 200 mil todo mês na conta da iluminação pública”, comemora o administrador regional, Jesiel Rosa.

Além de serem mais claras, as luzes brancas representam uma economia média de 40% no consumo de energia. Segundo o administrador, o objetivo em dois anos é levar as luminárias de LED para até 6 mil pontos de luz da cidade.

Pontos mapeados 

De acordo com o planejamento da obra, o serviço será concluído em 60 dias. Os locais de instalação foram mapeados por técnicos e a partir de demandas da administração, conforme explica o diretor da CEB Iluminação Pública (CEB Ipes), Fabiano Cardoso. A CEB Ipes é a nova empresa responsável pela gestão da iluminação publica no DF.

“Temos sistematizadas as áreas de maior risco e de criminalidade na região. Além disso, são levados em conta os pedidos da administração e os que chegam via ouvidoria”, informa. Cardoso frisa que a diferença entre os equipamentos é enorme. “As lâmpadas de vapor de sódio se tornaram obsoletas, queimam com frequência e não possuem garantia como as de LED. A diferença na luminosidade também é notória”, finaliza.

Desde o início da atual gestão, o Governo do Distrito Federal (GDF) já substituiu mais de 30 mil lâmpadas em todo o DF — 16.290 em 2019 e 13.823 em 2020. O investimento ficou em torno de R$ 25 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *