Hospital de Base recebe 400 cartas de alunos de escola do DF 

Mensagens destinadas a profissionais de saúde foram escritas por estudantes do ensino fundamental e médio 

Os profissionais de saúde do Hospital de Base (HB) receberam uma motivação diferente para trabalhar na manhã desta terça-feira (22). Eles ganharam 400 cartinhas especialmente confeccionadas por alunos do ensino fundamental 1 e 2 e do ensino médio do Colégio La Salle Águas Claras.

Para os profissionais, o significado do gesto das crianças envolve palavras como incentivo, carinho, força e empatia. “Nesses tempos de pandemia, a gente tem passado por momentos muito difíceis e esses alunos nos abraçaram hoje. Foi muito emocionante e só temos a agradecer pelo carinho que eles tiveram”, declarou a chefe de enfermagem do Pronto Socorro (PS), Michelle Naves.

A técnica de enfermagem do PS do Trauma, Priscila dos Santos, também se emocionou e disse que se sentiu mais motivada a trabalhar. “São ações assim que fazem a gente dar o nosso melhor e ter mais força para lutar contra a covid-19”, descreveu. “É um incentivo e um gás a mais para a gente, que faz um trabalho muito difícil todos os dias”, acrescentou a técnica de enfermagem que trabalha no mesmo setor, Edivane Santana.

As cartas também foram levadas para colaboradores da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 e UTI Pediátrica, PS da Psiquiatria, Serviço Social e Centro Cirúrgico.

As entregas foram feitas pela gerente multiprofissional do HB, Thais Martins de Souza, com a ajuda do chefe do Serviço de Serviço Social, Randerson Neves e do superintendente do HB Geraldo Junior. “Foi lindo entregá-las e ver a emoção e motivação dos profissionais que estão esgotados e cansados”, disse Thais Martins. “Obrigada crianças e escola, vocês não sabem o quanto nos fizeram bem”.

Arraiá diferente

A iniciativa é uma das atividades juninas do Arraiá da Empatia: conectando sentimentos e diversão, elaboradas pelo Colégio La Salle Águas Claras, segundo a orientadora educacional Brianda Muniz. “Pensamos em fazer uma adaptação do Correio Elegante, desta vez com o nome de Correio Afetivo”, explicou. “O intuito é levar carinho e alento àqueles que mais precisam e aos que mais trabalham e se dedicam durante a pandemia”.

Os estudantes assistiram vídeos para contextualizar a temática, receberam mensagens escritas pelos professores para perceberem o quanto é bom e necessário ser valorizado e, depois, escreveram os bilhetes. “Sabemos que os profissionais de saúde, com muita responsabilidade e compromisso, enfrentam um problema tão sério de saúde pública coletiva, com empenho, dedicação e zelo”, acrescentou Brianda.

iniciativa é uma das atividades juninas do Arraiá da Empatia: conectando sentimentos e diversão, elaboradas pelo Colégio La Salle Águas Claras, segundo a orientadora educacional Brianda Muniz. “Pensamos em fazer uma adaptação do Correio Elegante, desta vez com o nome de Correio Afetivo”, explicou. “O intuito é levar carinho e alento àqueles que mais precisam e aos que mais trabalham e se dedicam durante a pandemia”.

Os estudantes assistiram vídeos para contextualizar a temática, receberam mensagens escritas pelos professores para perceberem o quanto é bom e necessário ser valorizado e, depois, escreveram os bilhetes. “Sabemos que os profissionais de saúde, com muita responsabilidade e compromisso, enfrentam um problema tão sério de saúde pública coletiva, com empenho, dedicação e zelo”, acrescentou Brianda.

 

Texto: Thaís Umbelino – Fotos: Davidyson Damasceno

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *