Deputados do Democratas comentam proposta para garantir auxílio emergencial

Efraim Filho: “nova proposta não configura calote, tem compromisso com a responsabilidade fiscal, respeita o teto de gastos e resolve o problema dentro das 4 linhas”

O líder Efraim Filho (PB) e o deputado Elmar Nascimento (BA) comentaram nesta terça-feira (22) a proposta de estabelecer um limite de R$ 40 bilhões para pagamento dos precatórios em 2022. Ambos foram unânimes quanto a importância de garantir recursos para socorrer os mais necessitados por meio de um novo programa assistencial.

Efraim Filho ressaltou que “a nova proposta não configura calote, tem compromisso com a responsabilidade fiscal, respeita o teto de gastos e resolve o problema dentro das 4 linhas”.

Por sua vez, Elmar Nascimento lembrou que a inflação tem corroído a renda dos mais pobres, daqueles que mais necessitam de ajuda, e que o novo Bolsa Família pode ser analisado com base na proposta apresentada hoje, de parcelamento.

Em razão do forte crescimento da dívida em precatórios, o governo quer alterar as regras de pagamento das sentenças judiciais como forma de abrir espaço no teto de gastos (regra que limita a maior parte das despesas à inflação do ano anterior) para destinar recursos ao novo programa social. A pretensão é aumentar o benefício médio do Bolsa Família dos atuais R$ 189 para cerca de R$ 300 em novembro e dezembro de 2021.

Com Informações de Assessoria – Foto: Divulgação/Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *