Primeiro Viveiro Cerrado do Brasil é inaugurado em Aparecida

Cidade é a primeira no país a desenvolver um dos eixos do Programa Cidades Verdes. No viveiro serão desenvolvidas atividades de educação ambiental, como plantio e distribuição de mudas nativas, frutíferas e ornamentais

O 1º Viveiro Cerrado, implantado por meio do Programa Cidades Verdes, foi inaugurado na manhã desta segunda-feira, 25, em Aparecida de Goiânia, sendo o primeiro do país. Localizado em área do Parque da Criança Murilo Soares, no setor Mansões Paraíso, o projeto foi desenvolvimento por meio de parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Goiás (CREA-GO) e Programa das Nações Unidas para Assentamentos Urbanos (ONU-Habitat/Pacto Global Brasil).

O evento de inauguração do viveiro contou com a presença do prefeito Gustavo Mendanha, do vice Vilmar Mariano, do presidente do CREA Goiás, Lamartine Moreira, do representante da ONU Habitat, Marcelo Linguitte, os vereadores Hans Miller (PSD), Gertúlio Andrade (PV) e Arnaldo Leite e Gilsão Meu Povo, ambos do MDB.

No Viveiro Cerrado serão desenvolvidas atividades de educação ambiental e de sustentabilidade, como plantio e distribuição de mudas – nativas, frutíferas, ornamentais e hortaliças – para projetos de arborização dos espaços urbanos e de recuperação de áreas degradadas. O espaço possui 1.900m² de área e foi construído no valor de R$ 500 mil, proveniente de multas pagas por empresas para fins de compensação ambiental.

O viveiro conta com projeto arquitetônico, elétrico, hidráulico, estrutural, sistema de irrigação e espaço privilegiado para seminários, palestras e eventos. No local serão cultivadas árvores típica do cerrado, como Jenipapo, Pata de Vaca, Jatobá, Embaúba, Ingá, Marmelada, Mama-Cadela, Angico Branco, Ipê (amarelo, roxo e branco) e outras.

O prefeito Gustavo Mendanha afirmou que o local será importante para o desenvolvimento de práticas sustentáveis para o município. O “Esse é um espaço construído em parceria com o CREA Goiás, ONU Habitat e que vai promover a conscientização ambiental e o cultivo de mudas. Vamos trazer também as escolas e faculdades para trabalhar as boas práticas de sustentabilidade. Uma cidade inteligente é uma cidade sustentável que pensa o meio ambiente, que é tão importante. E aqui a população vai pode pegar mudas gratuitamente para colaborar com a arborização da nossa cidade”.

Com Informações de Assessoria – Viveiro Cerrado – Fotógrafo Rodrigo Estrela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *