Quinta, 22 de Fevereiro de 2024 06:59
(61) 99213-8686
Dólar comercial R$ 4,94 0.036%
Euro R$ 5,34 +0.096%
Peso Argentino R$ 0,01 -0.13%
Bitcoin R$ 271.549,24 +1.261%
Bovespa 130.031,58 pontos +0.09%
Geral Paraíba

Hemodinâmica do Hospital de Patos realiza procedimento endovascular inédito em paciente renal

A hemodinâmica gerenciada pela Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde), que funciona no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carn...

07/02/2024 17h06
289
Por: Redação Fonte: Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba

A hemodinâmica gerenciada pela Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde), que funciona no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, unidade da rede estadual de saúde, em Patos, foi sede de mais um procedimento inédito no Sertão do estado: uma angioplastia para salvamento da fístula de hemodiálise, que consiste em uma conexão realizada cirurgicamente entre a artéria e a veia do paciente para aumentar o calibre e a espessura, possibilitando múltiplas punções para realização da hemodiálise.

O serviço de hemodinâmica interiorizado pelo Governo da Paraíba, como parte do Programa Coração Paraibano, tem possibilitado uma resposta assistencial rápida para os pacientes desde o Litoral ao Sertão paraibano no tratamento das urgências cardiológicas, bem como na área vascular e endovascular.

O paciente beneficiado pelo procedimento de alta complexidade foi Eduardo Pereira da Costa, de 75 anos, morador do município de Teixeira. Para a esposa, Maria de Fátima, poder acompanhar o marido no hospital perto de onde eles residem trouxe mais conforto e segurança para a família.

“Nós fomos muito bem atendidos por todos aqui. Eu não tenho palavras para dizer como fico feliz em poder acompanhar meu marido aqui perto da nossa casa, porque a viagem daqui para a capital é muito longa e cansativa, nem se compara. Agora temos todo o atendimento médico que precisamos aqui no Sertão, de agora em diante, sei que ele vai melhorar e ficar 100% recuperado”, afirmou Maria.

De acordo com o coordenador da cirurgia endovascular responsável pela realização do procedimento, Janio Cipriano Rolim, a angioplastia realizada no paciente “foi essencial para evitar que Eduardo precisasse fazer uma nova fístula, sabendo que a vida de um paciente dialítico (com doença renal) depende de uma veia espessa e resistente o bastante que sirva de acesso para levar o sangue até uma máquina de hemodiálise, que irá filtrá-lo e devolvê-lo ao corpo”, explicou Janio.

O cirurgião endovascular pontuou que o paciente chegou ao serviço com sangramento na fístula arteriovenosa (FAV) de hemodiálise, seguido de edema (inchaço causado pelo acúmulo de líquidos) no membro superior e parada do frêmito da FAV, que se trata de uma vibração decorrente do fluxo sanguíneo mais rápido e turbulento que acontece na união da artéria com a veia que foi construída por meio de cirurgia para a fístula de hemodiálise.

Segundo a enfermeira coordenadora de Práticas Assistenciais da Hemodinâmica de Patos, Kamila Leite, o paciente está se recuperando muito bem do procedimento, respirando em ar ambiente, consciente, orientado e a expectativa é que já receberá alta hospitalar nesta quarta-feira (7).

Serviço de Alta Complexidade e Eficiência no Sertão Paraibano:Em 2023, 2.595 pessoas passaram por algum tipo de procedimento na Hemodinâmica de Patos, que funciona no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro. O serviço, inaugurado em dezembro de 2022, ultrapassou a meta estipulada pelo Governo do Estado no ano passado, que era de 1.464 procedimentos. Esse total representa 77,25% de atendimentos a mais do que o previsto.

Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias