Segunda, 27 de Maio de 2024 19:13
(61) 99213-8686
Goiás Entorno

Luziânia: Greve dos professores dura apenas 4 horas e categoria se revolta com presidente de sindicato

Acordo firmado não contemplou as pautas do movimento grevista

16/04/2024 17h58
Por: Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Mais uma vez os professores de Luziânia são usados pelo sindicato da categoria em movimento grevista liderado pela presidente da entidade, Claúdia Albernaz.   

O movimento, que cobrava a revisão do Estatuto do Magistério e o Plano de Cargos e Salários durou apenas 4 horas. Professores reclamam que mais uma vez a presidente pregou uma coisa e fez outra: “Ela sempre coloca a gente na rua, depois entra na sala com as autoridades e sai de lá com decisões que não contemplam a categoria”, afirma uma docente que participou do movimento grevista e que não quis se identificar. Segundo ela, isso aconteceu nos governos de Célio Silveira e Cristóvão Tormin.   

Claúdia é uma velha conhecida dos professores e já está à frente do Sintego/Luziânia há mais de uma década e tem o hábito de convocar greve em anos eleitorais. “Sempre nos usa como massa de manobra para conseguir o que quer. Sempre foi diretora de escola, que é cargo de confiança do governo, e nesta eleição vai ser candidata a vereadora”, completou a professora.   

Nas negociações, a presidente deixou de contemplar os professores em estágio probatório e também não trouxe nenhuma conquista para os profissionais do administrativo.   

Quanto à revisão do Estatuto, o Sindicato voltou atrás e disse aos professores que o mesmo não poderia ser aprovado este ano por causa das eleições e que ano que vem será a primeira pauta de reivindicação.   

Sobre a questão da perda da coordenação livre por apresentação de atestado, que foi resolvido, vale ressaltar que o Sintego fez parte do processo que implantou a jornada ampliada no município em 2011 e que estava de acordo com a portaria que “prejudicava” a categoria.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias