Quinta, 22 de Fevereiro de 2024 07:11
(61) 99213-8686
Paraíba Vale do Piancó

09 de fevereiro: A jovem liderança Priscila Almeida enfatiza a importância da coluna Prestes para Piancó

Por meio de suas redes sociais, a jovem liderança Priscila Almeida publicou post enfatizando a importância de rememorar a o fatídico 09 de fevereiro de 1926, a sangrenta passagem da Coluna Prestes pelo município de Piancó

09/02/2024 12h48 Atualizada há 2 semanas
639
Por: Redação Fonte: Assessoria/Reprodução/Instagram Priscila Almeida
Foto Divulgação/Reprodução Internet - Legenda: 09 de fevereiro: A jovem liderança Priscila Almeida enfatiza a importância da coluna Prestes para Piancó
Foto Divulgação/Reprodução Internet - Legenda: 09 de fevereiro: A jovem liderança Priscila Almeida enfatiza a importância da coluna Prestes para Piancó

“Hoje recordamos a Passagem da Coluna Prestes em Piancó, é necessário celebrar e propagar cada vez mais a memória daqueles que fizeram história em defesa de nossa terra.”, publicou Priscila. 

Recordando a passem da Coluna, Priscila relembrou que a dor, o sofrimento e as perdas advindas na tragédia instigaram a coragem e a bravura dos mártires que ali travaram a sua luta. Ao citar o Padre Aristides Ferreira da Cruz, frisou o amor pela terra de Piancó que todos os defensores juntos a ele tiveram ao defender a fé e a liberdade do povo.

Reprodução/Instagram Priscila Almeida 

Sobre a história:

Há exatos 98 anos, na manhã de 09 de fevereiro de 1926, enquanto prosseguia sua Marcha pelo sertão paraibano, a Coluna Prestes, movimento tenentista liderado por Luís Carlos Prestes, atravessou a pequena cidade de Piancó. Esta localidade, assim como tantas outras, encontrava-se imersa em disputas políticas locais, características recorrentes naqueles tempos da República Oligárquica e que ainda perduram nos dias atuais. 

Reconhecida nacionalmente por diversos historiadores, a passagem da Coluna Prestes por Piancó é também mencionada em obras de renomados escritores da nossa literatura, como "O Cavaleiro da Esperança" de Jorge Amado e "O Tempo e o Vento – O Arquipélago" de Érico Veríssimo.

Atualmente, essa data é celebrada em Piancó como um feriado municipal, instituída pela Lei Municipal 963/2003, contudo, sem grandes repercussões.

Existindo um completo abandono dos seus marcos históricos, os quais se encontram atualmente em estado de negligência ou em vias de descaracterização. Além disso, observa-se uma certa omissão por parte do poder público, as quais deveriam, na verdade, incorporar esse evento tão significativo aos seus projetos culturais.

FOTO: Padre Aristides Ferreira da Cruz Reprodução/Internet

Com Informações de Assessoria Priscila Almeida - Foto Divulgação/Reprodução Internet 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias